Afinal, o que é o Spring Break?

Afinal, o que é o Spring Break?

Cancun é um lugar maravilhoso, com paisagens paradisíacas, muita natureza e sítios arqueológicos. Durante o ano todo milhares de turistas vão a Cancun em busca de diversão e lazer, mas especificamente no mês de Março a cidade recebe os visitantes mais animados.
Nos Estados Unidos e Canadá, o “Spring Break” é equivalente a “Semana do Saco Cheio” aqui no Brasil. Também acontece durante a primavera, e todas as faculdades e universidades reservam uma semana do mês de Março para o descanso dos alunos.
É justamente nessa semana que os estudantes viajam para Cancun e aproveitam as praias, baladas e tudo mais que a cidade pode oferecer. A MTV acompanha o evento de perto e transmite vários programas direto de lá, com convidados internacionalmente famosos.
Muitos brasileiros viajam na data do Spring Break a procura de uma Cancun ainda mais animada, cheia de gente bonita e com as mesmas belas paisagens. Se você quer conhecer Cancun para relaxar, o ideal é que não escolha o mês de Março para a viagem, a cidade fica bastante lotada e movimentada.

Durante o dia no Spring Break
Os principais hotéis de Cancun promovem eventos em suas piscinas durante todo o dia, a entrada é paga, exceto para quem está hospedado no próprio. O Hotel Oasis Cancun é o mais badalado com jogos, gincanas, pistas com DJs internacionais e uma galera muito animada.
As tardes dos hotéis são sempre legais, mas Cancun tem muito mais a oferecer, por isso não se esqueça de reservar alguns dias da sua viagem para visitar Tulum, Cozumel, Xcaret e Chicén Itzá.

Durante a noite no Spring Break
A noite de Cancun é uma das mais agitadas do mundo, e claro que no Spring Break as baladas ficam ainda mais movimentadas. As principais casas são a Coco Bongo, Señhor Frog, e The City, todas contam com efeitos cinematográficos na pista de dança. Na Coco Bongo, por exemplo, acrobatas ficam no alto da pista produzindo belas coreografias, na The City, shows de malabarismo acontecem durante a noite.
Na hora de fechar um pacote, verifique se além de aéreo + hotel, os ingressos e os transportes para as baladas já estão inclusos. Isso evita preocupações desnecessárias que podem atrapalhar a sua viagem.
Atualmente não é necessária a aprovação do visto para desembarcar em Cancún, apenas um passaporte dentro do prazo de validade. O moeda oficial da cidade é o peso, mas por se tratar de um grande pólo turístico, também são aceito dólares.

Anúncios

Os 10 lugares mais fantásticos do Brasil:

O Brasill é um lugar abençoado, com uma natureza riquíssima e uma grande variedade de paisagens. E todas elas com belezas muito peculiares, muito próprias. Pensando nisso, listamos 10 lugares mais fantásticos, incríveis e com paisagem de filme do Brasil. É claro, com certeza existem dezenas de outros lugares tão lindos quanto esses, mas também com certeza os escolhidos não ficam devendo pra nenhum outro.

1) Lençóis Maranhenses: o parque dos Lençóis no Maranhão não é apenas um dos lugares mais lindos do Brasil, mas do mundo também, com certeza. É como se fosse o deserto do Saara com incríveis piscinas naturais. Fantástico!Imagem

2) Vale da Lua: o Vale da Lua é realmente um daqueles lugares que faz a gente sentir em outro mundo, ou num filme de ficção científica. Isso graças às crateras que foram esculpidas ao longo de milhares de anos pela erosão.

Imagem

3) Ilha de Trindade: Verdadeiro paraíso natural, a Ilha de Trindade é uma porção de terra no meio do oceano Atlântico, a 1.167 quilômetros de Vitória (ES) e a 2.400 quilômetros da África. Graças à supervisão da Marinha Brasileira, a natureza lá permanece virgem, a fauna preservada e as espécies endêmicas de plantas vivem em paz. São pouquíssimas as pessoas que tem acesso à ilha.

Imagem

4)Fernando de Noronha: Não tinha como ficar de fora da lista. A filha querida de Pernambuco é simplesmente deslumbrante, tem praias boas para surfe e mergulho ecológico e ótimas trilhas. E a cor da água? Parece de mentira, é um azul que não existe!

Imagem

5) Monte Roraima: O monte fica na divisa entre o Brasil, a Venezuela e a Guiana, mas embora boa parte da montanha fique no nosso país, não dá pra chegar lá indo pelo Brasil. O turista brasileiro precisa ir até a Venezuela para chegar até o monte. Envolto por nuvens, o monte parece flutuar, e tem uma vista belíssima. Uma curiosidade: o Monte serviu de inspiração para Conan Doyle escrever O Mundo Perdido (1912), clássico infanto-juvenil no qual um professor e cientista aventureiro, descobre um planalto isolado do mundo por penhascos verticais, habitat de criaturas pré-históricas.

Imagem

6) O grande encontro das águas: Um dos passeios mais incríveis para quem vai conhecer o Amazonas é ver o grande encontro entre O Rio Negro, que tem águas escuras, e o Rio Solimões, que tem águas barrentas de cor avermelhada. Quando os dois rios se encontram, as águas não se misturam de imediato, criando um lindo efeito visual.

Imagem

7) Angra dos Reis: Angra é nome obrigatório em qualquer listinha de respeito. É, sem dúvida, um dos lugares mais bonitos do Brasil. Com 365 ilhas, seria necessário um ano inteiro para conhecê-la. Algumas delas são o paraiso particular de gente como Gugu Liberato, Ivo Pitanguy e Ronaldo Fenômeno.

Imagem

8) Jalapão: Criado em 2001, o Parque Estadual do Jalapão é um dos lugares mais incríveis para se conhecer no Brasil. Conhecido como um deserto, o parque está mais para oasis, graças à sua abundância de água: são cachoeiras, nascentes poderosas (os fervedouros), rios de água cristalina e potável.

Jalapão

9) Gruta do Maquiné: Descoberta em 1825 pelo português Joaquim Maria do Maquiné, é considerada uma das mais belas grutas do mundo. E dá pra entender o porquê olhando a foto dela em nossa galeria.Imagem

10) Cataratas do Iguaçu: a representante paranaense ficou em décimo lugar mas não faz feio, de jeito nenhum. Sem dúvida, um dos lugares mais fantásticos do planeta, onde é possível testemunhar a força da natureza no conjunto de cataratas formadas no rio Iguaçú.

Imagem

Como escolher o destino do seu intercâmbio.

Na hora fazer um intercâmbio há sempre dúvidas para decidir para onde ir.

A escolha do destino é muito importante , afinal você precisa escolher um lugar que tenha sua preferencia de clima, estilo do país e tudo mais

Nós listamos 4 importantes dicas para ajudar você a se decidir:Imagem

1- Defina seu objetivo

Só estudo? Ou estudo e trabalho? Ou diversão mais aulas de culinária? Há programas que combinam tudo isso, desde cursos regulares de idiomas até cursos de pós-graduação, além de trabalho remunerado ou voluntário. Ter bem definido o que você quer é o primeiro passo para escolher o curso e o destino.

2- Como escolher o destino

Sempre vai depender de seu interesse imediato. Por causa de sua legislação, Canadá, Austrália, Irlanda e Nova Zelândia são excelentes lugares para se trabalhar em regime de part time enquanto você estiver estudando; Vancouver, no Canadá, atrai por seus parques; a informalidade e o cosmopolitismo são valores nas principais cidades da Califórnia; já Chicago tem a vantagem dos bons preços e dos ótimos bares de blues.

 

3-Saiba sempre quanto custa

É sempre bom ter uma ideia dos gastos no destino. De acordo com a STB, top of mind entre as operadoras de cursos no exterior do Prêmio VT, o valor necessário para pagar despesas de transporte, alimentação e lazer é de cerca de US$ 1 000 nos EUA, US$ 1 400 na Austrália e na Espanha, US$ 1 500 no Canadá e US$ 2 000 na Inglaterra.

 

4- Algum problema em conviver com brasileiros?

Não, desde que você não fique o tempo todo com eles. Dificilmente você deixará de falar português nesse ambiente, e esse é o erro a se evitar.

10 DICAS PARA ARRUMAR SUA MALA DE VIAGEM!

Imagem

Na hora de viajar, arrumar as malas pode ser uma tarefa bastante complicada para muitas mulheres. Afinal, quando é preciso escolher o que levar, tudo parece ser indispensável e surgem dúvidas sobre o que é prioridade, o que pode ser deixado de lado e como acomodar toda a bagagem. Mas você pode aprender alguns truques simples para escolher seus pertences e aproveitar ao máximo o espaço de sua mala de viagem.

 

1) QUAL MALA É MELHOR?
A resposta é fácil: a mais leve possível! Para as viagens de longa duração, escolha a mala tradicional, pois as roupas ficam mais bem acondicionadas e amassam menos. “Já as sacolas ou mochilas são mais práticas para viagens curtas”.

2) FAÇA PERGUNTAS
Heloísa destaca a importância de fazer uma série de perguntas a si mesmo antes de arrumar a mala. Isso evita que leve o seu guarda-roupa inteiro para a viagem. Por exemplo, quanto tempo você vai ficar no destino? Esta viagem é a lazer ou a negócios? O lugar é praia, serra, ecoturismo? Qual é a estação do ano naquele destino?

3) ESCOLHA ROUPAS BÁSICAS
“Procure separar peças que combinem entre si e evite roupas que chamem muita atenção”, aconselha Heloísa. Roupas com muitos detalhes diminuem a variedade de combinações. Lembre-se que, por exemplo, dois biquínis com cores básicas podem formar quatro conjuntos diferentes. “Pense quantos dias será a viagem e calcule uma peça para cada dia em média”. Uma ou duas peças a mais evitam possíveis imprevistos.

4) TECIDOS QUE AMASSAM
Ao organizar a mala, leve como regra que é preciso colocar por último na mala as peças que amassam mais. Uma dica é tentar dobrar a peça de forma que ela fique o mais esticado possível, de preferência, no sentido do comprimento. “Em camisas, faça a dobra na parte de baixo. Assim a dobra ficar dentro da calça”. Fácil, não?

5) FAÇA O ESPAÇO RENDER
Comece a arrumação colocando os sapatos no fundo – se quiser as meias podem ir dentro dos calçados. Complete as frestas que sobrarem com cintos, lingeries e outros itens que podem ser enrolados. Logo acima vêm os jeans e moletons. “A mala tem que ficar sempre o mais reta possível à medida que você coloca as roupas. Para isso nivele com camisetas, bermudas e outras peças”.

6) MOCHILÃO
Se você for fazer uma viagem do estilo “mochilão” em algum destino, lembre-se que roupas sociais são desnecessárias, portanto, abuse das malhas. “A melhor maneira é levar as camisetas, abrigos e tudo o que for de malha enrolados, pois acondicionam melhor na mochila”.

7) NÉCESSAIRE
Deixe de lado os potes grandes de hidratantes, xampus e condicionadores e leve uma pequena quantidade em frascos menores. “Não há necessidade de levar as embalagens grandes. Esse conceito é válido para todos os produtos cuja embalagem original ocupa muito espaço”, conta.

8) PERSONALIZE SUA BAGAGEM
Se você morre de medo de que alguém leve a sua bagagem por engano, a dica é personalizar a sua mala. É simples: malas pretas todo mundo tem, portanto, diferencie a sua colocando fitas bem coloridas, chaveiros e adesivos. “No caso da fita, evite as verdes e as amarelas, pois são as cores mais encontradas. Procure um tom bem diferenciado”, sugere Heloísa.

9) MALAS DE MÃO
São superimportantes, principalmente, nas viagens aéreas. Neste caso, reserve uma muda de roupas caso haja problema com extravio ou atraso do voo. Apenas não se esqueça que as companhias aéreas têm um peso máximo para estas bagagens. “Quando a viagem é de carro ou ônibus podemos colocar os sapatos na mala de mão. Desse modo sobrará mais espaço na bagagem”. É uma boa também levar uma agenda com alguns contatos e cópias dos seus documentos.

10) MANTENHA A ORGANIZAÇÃO
Nada melhor que manter uma mala organizada do início ao fim da viagem. Se você ficar em um mesmo hotel, a dica é desfazer a mala e arrumar as peças no guarda-roupas.  À medida que for usando as roupas, dobre-as e coloque-as em sacos plásticos. “Desse modo na volta é só pegar o saco e colocar no fundo da mala. Não fará muito volume”.